Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

Amar ou não amar, eis a questão.

 

É inegável, a sensação de estarmos apaixonados, a intensidade do amor que por vezes sentimos é extraordinária e arrebatadora. Esta força faz-nos sentir vivos, maiores, melhores. Sorrimos por tudo e por nada. Tudo parece mais fácil, mais sublime… Acreditamos, voltamos a acreditar na vida, no intangível milagre da vida.  
 
Independente do futuro, amar vale a pena por si mesmo. Vai dar certo, não vai dar certo? Não importa, importa amar, importa transmitir isso ao outro, importa fazê-lo sentir isso. Será que os outros sentem o nosso amor? Isso também não importa… ou será que importa?
 
Perguntam-me; e então a dor que se sente quando não estamos juntos?
Sim, é doloroso… a saudade pode ser terrível, mas vale a pena agarrarmo-nos aos momentos que estivemos juntos e aqueles que vamos ter no futuro. De que adianta massacrarmo-nos? Só estragamos o momento, a linda vibração.
 
Será que sabemos amar? Será que as nossas dependências e medos emocionais deixam que amemos em liberdade? Será que sabemos o que é a liberdade? Amor e Liberdade parecem inconciliáveis mas é exactamente o oposto. Não podemos amar sem sermos livres e mais ainda, sem deixarmos os nossos companheiros viverem a vida como querem. Custa discordar? Custa vê-los bater com a cabeça na parede e fazer asneiras que a nós nos parecem escusadas? Custa horrores, mas temos que respeitar.
 
Acima de tudo devemos aproveitar cada oportunidade que a vida nos dá para amarmos. Há quem não tenha tido sequer essa chance…
 
Amar requer entrega? Sim, e depois? O que é que nos pode acontecer? Perder o companheiro? Pois, pode acontecer. O que fazer? Suportar a dor da perda, tentar compreender, aceitar e continuar a acreditar. Se nós continuarmos a acreditar, outro milagre surge na nossa vida. Sim, porque apaixonar-nos é um milagre que tem que ser vivido. Apesar de tudo vale a pena amar!
 
sinto-me: Sempre apaixonda
música: When You Believe
publicado por esferafeminina às 00:41

link do post | comentar | favorito
65 comentários:
De mena a 15 de Setembro de 2008 às 16:20
Ñ pense tão negativo...Pense sim em qtos casais queriam ter um filho e ñ deixam de ser felizes por isso,sei o k digo pq tenho um exemplo na familia...são os tios mais espetaculares q já tive,e tenho. Como já comentei...ñ procure pq o k for seu destinado será seu de qualquer jeito,Fike bem e tente ser mais positiva...Beijinhos
De Clara a 15 de Setembro de 2008 às 16:28
Obrigado pelas suas palavras... realmente não estou à procura de nada... porque já nada espero

Comentar post

Acerca de mim

Vera Xavier
Taróloga desde 2002, trabalha como Terapeuta de Desenvolvimento Pessoal, Reiki, Cura Quântica e Leitura da Alma. Ministra cursos de Meditação, Tarot e Reiki Magnificado.

Pesquisar neste blogue

 

Agenda de Cursos e outros Eventos

* Curso de Tarot (Lisboa)- 25 de setembro

* Curso de Tarot (Porto) - 27 de outubro

* Reiki Magnificado - 10 de novembro

* Reiki Magnificado II - Data a anunciar

* Workshop de Meditação 3 de novembro

Telm 931168496

veraxavier@veraxavier.com

Terapeutas Amigos

Cândida Loureiro - Terapia Quântica - SCIO
Contacto: 962 460 200

* São Figueiredo - Mestre de Reiki e Cura Quântica, Limpezas Energéticas e Alinhamento de Chakras, Telef: 919192918

Recomendo: Cursos

Nova Acropole
Curso de Filosofia do Oriente ao Ocidente A Sabedoria Viva das Antigas Civilizações, em www.nova-acropole.pt

´ Centro Lusitano
O esoterismo de Fernando Pessoa
www.centrolusitano.org

Arquivos do blogue

Março 2015

Setembro 2012

Agosto 2012

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

blogs SAPO

subscrever feeds