Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007

Livre-arbítrio vs determinismo

Aproveitando que faltou uma cliente que por acaso já faltou 2 vezes sem avisar (como é possível brincar-se com o tempo dos outros desta forma?! ), cá estou eu a partilhar mais coisas.

Nem de propósito, ontem na aula do Centro Lusitano integrada no curso de “O Esoterismo de Fernando Pessoa”, o Zé Manel Anacleto fez referencia a um assunto que levantámos ontem ou anteontem aqui, que é dos temas mais interessantes e controversos do misticismo: o livre-arbítrio. Ele disse algo bombástico do género: o livre-arbítrio é uma mentira necessária. - Eu que adoro estas tiradas polémicas só me ria – para dentro, claro! Apesar de eu ainda não ter chegado a esta conclusão, ou melhor, nem sei se chegarei, acho que não deve ser assim… linear, mas entendo perfeitamente o que ele quis dizer. A ideia de sermos manobrados, para além de ser claustrofobica, seria ou faria com que nos desresponsabilizássemos de tudo, não é verdade? Livre-arbítrio vs determinismo…

Ops, tenho que ir trabalhar, mas vamos falar sobre isto? Té já

publicado por esferafeminina às 19:00

link do post | comentar | favorito
29 comentários:
De ana silva a 21 de Novembro de 2007 às 22:15
determinismo: conjunto de condições necessárias à determinação de um dado fenómeno

Acredito que ha pessoas, locais, livros, conceitos... que nos estao destinados e aparecem na altura certa para nos dar a possibilidade de subir um degrau na escada da evoluçao. (aquelas "coincidencias" fantasticas que mudam o rumo da nossa vida)
ora, se existem 'coisas' que ja estao a nossa espera, essas sao as condiçoes necessarias para que um fenomeno aconteça, isto é, para que o nosso destino seja cumprido.

faz todo o sentido que, por muito que se tente fugir à inexistencia do livre arbitrio, ele na realidade nao exista.

a modo de exemplo, se temos o emprego da nossa vida a nossa espera e somos despedidos do velho emprego mas nao procuramos novo, perdemos a oportunidade?
ou sera que ela volta mais tarde? sera que depende so de nos procurarmos pelo nosso destino? se nada fizermos nada acontece com certeza.

entao so teriamos duas opçoes, negar a vida e nao seguir aquilo em que acreditamos nem lutar pelo que queremos ou procurar o nosso destino.

conclusao, basta arriscar em viver que o destino vem ter comnosco.
entao o livre arbitrio sera uma utopia....porque ou nos isolamos e negamos a vida ou arriscamos e o destino cumpre-se.

quantas vezes nao seguimos os nossos sonhos por medo?
entao o medo sera uma barreira para o destino...
talvez seja esse o livre arbitrio: a possibilidade de viver o nosso sonho e cumprir o nosso destino, ou negar a tudo por medo e viver uma vida que nao desejamos.

para ja penso assim, talvez amanha pense diferente.
o certo é que acredito que ha coisas que nos estao destinadas....e so temos de estar atentos e receptivos. acredito porque o sinto desde que comecei a estar atenta a minha vida!

desculpe a divagaçao :)

bom tema!

De esferafeminina a 23 de Novembro de 2007 às 12:07
Olá Ana Silva,
temos o mesmo tipo de linguagem e de mensagem. Sem dúvida que este tema dá pano para mangas.
Engraçado seria organizar uma palestra onde todos dessem a sua opiniao sobre isto... hum... boa ideia mesmo, aprenderíamos imenso : )
Obrigada e mta Luz
Vera
De pedroguilhermetorres a 21 de Novembro de 2007 às 22:24
O objectivo a atingir e sermos livres, livres para fazer o que bem entendermos, não obstante é evidente, há que existir consciencia, que advem da educação e formação e do papel que representamos em sociedade.
gostei da questão e deixo uma pergunta "quem quer fazer o que lhe dá prazer e ser feliz ainda que por momentos?
De esferafeminina a 23 de Novembro de 2007 às 12:31
Olá Pedro, pergunto-lhe:
1 o que é ser livre?
2 o que é consciência ?

Vera
De Anónimo a 23 de Novembro de 2007 às 19:12
Boas, livre sinónimo de liberdade de acção sem culpas; consciencia sinónimo de senso comum " a nossa liberdade acaba onde começa a de outra pessoa" e já agora ao mencionar prazer no anterior comentário, poderia ter escrito plenitude ou satisfação. by the way espero não ter fugido ao tema mas neste momento o que me interessa mesmo é simplificar as questóes e não dissecar até a exaustão.
De Clara a 22 de Novembro de 2007 às 11:53
Eu continuo acreditar no livre arbítrio .
Na verdade mesmo acreditando no livre arbítrio as minhas duvidas existências são enormes, ora imagine-se se não eu não acredita-se...
A história que a minha vida é um fado, o meu destino está marcado, é qualquer coisa de muito assustadora. E eu, onde fico no meu de todo este processo? Acredito sim que existem questões que me estão predestinadas e as quais me serão colocadas mais dia menos dia.
Posso tentar fugir delas, posso fazer tentar evitá-las mas mais cedo ou mais tarde elas surgiram na minha vida e eu tenho que lhes dar uma resposta.
E essa resposta é o meu livro arbítrio , eu posso dizer sim ou posso dizer não. É a minha resposta que me vai permitir ou não evoluir mas essa escolha é minha. Eu acredito que seja assim mas também a verdade que eu preciso acreditar que é assim que a minha existência funciona...
Clara
De esferafeminina a 23 de Novembro de 2007 às 12:28
Clara, tb a si recomendo o filme documentário , aliás recomendo que o vejamos todos e o discutamos aqui. What the bleep do we now ".
E bombástico. Essa questao do que
e real ou nao é colocada no filme e as resposta das por físicos e outros é no mínimo inquietante. Ai vemos com clareza o quanto andamos a perder tempo com coisas que nao fazem sentido nenhum. É desconcertante. Mexe muito connosco.
Obrigada pelo seu comentário
Vera
De esferafeminina a 23 de Novembro de 2007 às 12:34
"What the bleep do we know"
De sniqper a 22 de Novembro de 2007 às 14:52
Cara Vera,

Nem sempre quem fala sabe do que fala, o que neste caso parece ser o problema do seu amigo Zé Manel Anacleto, quando considera o livre-arbítrio uma mentira necessária, de facto rir é a primeira reacção a uma frase dessas, a seguinte é de explicar a esse senhor que se existem coisas que não fazem falta nenhuma neste Mundo, é precisamente a Mentira.
Viver em sociedade não implica sequer a triste ideia de consentirmos que alguém nos manobre, isso é aplicável a viaturas e afins, não a seres humanos, esses deveriam, se para tal tivessem disposição saber regir a sua vida sem necessidade de serem manobrados, é perigoso e faz com que se alimente animais perigosos, os tais que protegidos pelo Poder aniquilam civilizações.
Como tal minha cara amiga, usar o livre-arbítrio que nada mais é que usar a nossa liberdade de acção é um direito, mas claro como tudo, isso não implica que fique no esquecimento o respeito que devemos ter pelo nosso semelhante.
Gosto de a Ler...
De esferafeminina a 23 de Novembro de 2007 às 12:15
Zangou-se sniqper! Calma :D
No meio disto tudo temos tb de ser tolerantes, verdade? Ninguem é dono da Verdade, vai daí que cada pode mandar os seus "bitaites" à vontade. Aceitamo-los ou nao. Lá tá, liberdade de escolha. E já viu, que se o meu professor nao tevesse dito o que disse nao estariamos aqui a pensar sobre o assunto. Os meadors divinos sao incriveis. Temos de ver para além do visível...
Vera
De Anónimo a 22 de Novembro de 2007 às 17:51
Olá.
Será mesmo que temos o tal livre arbítrio? Eu penso que sim, mas ao nível de ir beber agora o café e de ou não participar aqui neste blog. Mais...? Se calhar, tudo nesta grandeza de Universo, DEUS, tudo tudo está previsto. Já pensaram nas opções que tomamos ou não, estarem todas previstas? Leram o livro do José Rodrigues dos Santos, A Formula de Deus? Leiam! Divino! Tudo é divino! Nada acontece por acaso! Não há coincidências!
Nem no caos aparente. Há sempre qualquer coisa que faz com que esse tal livre arbítrio não seja tão livre....
E agora? Para onde vamos? Sejam livres! Sejam o que querem ser! Tudo está previsto!
Ou não...
De esferafeminina a 23 de Novembro de 2007 às 12:19
Obrigada pela sugestao. Já me tinham recomendado esse livro. Ficará em lista de espera ao lado da minha mesa de cabeiceira onde tenho uma pilha de outros livros: )
Muito obrigada, gostei mt do seu cometário, tem força e bom senso, dupla imbatível!
Vera
De Anónimo a 23 de Novembro de 2007 às 15:31
Mais uma vez eu é que agradeço as tuas palavras! Que são de sabedoria força e beleza.
Leia o livro entretanto, penso que a fará sentir qualquer coisa. Não um furacão. Mas uma leve brisa de mais uma visão para tudo isto.
e se afinal aquilo até está certo? ;-)
Venha o caos organizado porque o destino já nós o sabemos qual é.
De Aeon a 22 de Novembro de 2007 às 21:05
"Uma mentira necessária"... talvez seja mesmo isso. Até o simples facto de estar a responder a este post pode ter sido pré-determinado..
É muito estranho pensar isso. É terrivelmente claustrofóbico, sim! Se estamos destinadas a agir deste ou daquele modo significa estamos presas numa teia da qual não podemos escapar mesmo quando achamos que já escapámos... :S Sendo assim toda a existência já foi pensada e projecta-se no tempo e no espaço.
Se assim for tudo se torna surreal.. e incrivelmente anedótico. Dá para duvidar da realidade.
Quão real sou eu, quão reais são vocês?
Será que está alguém a ler isto ou será que o universo vai criar uma resposta à medida da minha existência e daquilo que eu preciso ??.
Quem engendrou esta trama toda, quem controla o barco? O que está por detrás do véu?
Será que tomar consciência disto nos confere liberdade? Não! Infelizmente não. Resulta antes numa certa frustração por não poder escapa 8)
De esferafeminina a 23 de Novembro de 2007 às 12:22
Aeon , é por isso que cada vez mais compreendemos Sócrates qd disse no FIM da vida "só sei que nada sei"! Se ele nao descobriu conseguiremos nós dar respostas a essas perguntas?
Se está assim confusa, entao , veja o filme documentário What the leep do we now ". Fiquei zonza durante 2 dias!
De esferafeminina a 23 de Novembro de 2007 às 12:23
O nome é "what the BLEEP do we now"
; )
De esferafeminina a 23 de Novembro de 2007 às 12:33
à terceira é de vez! O filme chama-se "What the bleep do we know!" Ah, já tá!!!
; )
De Aeon a 24 de Novembro de 2007 às 13:57
Agradeço a dica. Já estou a sacar What the bleep Do We Know !?" e o What the bleep - Down The Rabbit Hole " :)
Pelos reviews que encontrei julgo que seja do mesmo género do doc."The Secret".
It's all in the mind ...


Image

De sniqper a 23 de Novembro de 2007 às 13:55
Olá Vera,

"Zangou-se sniqper! Calma :D"

Nem pensar, não direi que por vezes me irritam certas frases, mas ficar zangado não faz parte da minha Vida, simplesmente porque gasta energias desnecessárias e outras porque é dar importância a mais, aos tais, os mediadores ou pensadores, como lhe queira chamar, mas de facto se algo me irrita, chama-se Mentira.

Gosto de a Ler.
De esferafeminina a 24 de Novembro de 2007 às 15:36
De facto, sniqper, há tanta coisa boa onde gastar a nossa energia !
Mas estas discussoes sao mt boas tb.

Gosto das suas visitas.

Socorro, tenho que trabalhar! Mande-me inspiraçao pf!
De Paulinha a 25 de Novembro de 2007 às 09:45
Vera, eu acho que todos nascemos com uma linha tenua ja tracada, ou seja quem vai ser a nossa família, que desafios em geral vamos ter de enfrentar para nos melhorarmos. Se realmente depois cumprimos o nosso destino, fica a conta do nosso livre arbítrio. Quando nos afastamos muito daquilo a que nos propusemos antes de nascer, sentimos que algo vai mal e acredito que através da oracao e meditacao podemos voltar a alinhar com a nossa alma. Conclusao: acho que tanto ha determinismo como livre arbítrio. Nós movemos-nos entre uma coisa e outra. Nao vejo o livre arbítrio como uma mentira necessária e nem sequer como uma mentira.
Gosto das questoes que poe, que tocam sempre no fundo da nossa alma. No fundo debatemo-nos todos com estas coisas uns mais conscientes do que outros.
Um abraco
De esferafeminina a 28 de Novembro de 2007 às 13:49
Paulinha, sim, concordo com o que diz. Tb acho que nos movemos entre um e outro. Tem mt a ver com o nosso estado de consciência ... E acredito tb que cada vez q nos afastamos demasiado do Percurso, surgem as valentes tempestades . E nós em vez de Vermos e percebermos os sinais, fechamo-nos cheios de pena de nós mesmos...
Havemos de chegar lá! Tenho esta certeza. Eles estao à nossa espera!
De Isabel a 26 de Novembro de 2007 às 07:09
Oh Vera você é fantástica!!

É que a forma com escreve, aconselha e encoraja chega sempre ao destinatário. E mais do que isso, um sorriso logo pela manhã. Obrigada!

beijo e boa semana.



De esferafeminina a 28 de Novembro de 2007 às 13:50
Muito Obrigada Isabel!
Volte sempre : )
Vera
De ana silva a 26 de Novembro de 2007 às 23:49
andava a pesquisar pela net e acabei por encontrar um artigo que tem tudo a ver com esta discussao.

mais uma daquelas "coincidencias" :) e por isso resolvi partilhar:

http://www.nova-lis.com/index.php?option=com_content&task=view&id=600&Itemid=188
De esferafeminina a 28 de Novembro de 2007 às 13:50
Obrigada Ana!

Comentar post

Quem sou eu

Desde sempre procurei respostas para as discrepâncias sociais e outras, existentes no mundo. Ainda continuo à procura, apesar de já ter uma vaguíssima ideia do que pode estar por detrás das aparentes desigualdades. Os Deuses não são injustos, o Universo tem uma Ordem que está para além do nosso entendimento. Tudo tem um sentido Maior. Os Deuses esperam-nos.

Acerca de mim

Vera Xavier
Taróloga desde 2002, trabalha como Terapeuta de Desenvolvimento Pessoal, Reiki, Cura Quântica e Leitura da Alma. Ministra cursos de Meditação, Tarot e Reiki Magnificado.

Consultas & Cursos

Consultas de Tarot e Desenvolvimento Pessoal
Terapias de Reiki e Cura Quântica
Cursos de Reiki Magnificado e de Meditação (mensais) Rua Tomás Ribeiro, 45 - 7º, esquina com A. Fontes Pereira de Melo, Lumiar, Lisboa geral@veraxavier.pt Telefones: 931168496 www.veraxavier.com Vera Xavier

Cria o teu cartão de visita

Pesquisar neste blogue

 

Agenda de Cursos e outros Eventos

* Curso de Tarot (Lisboa)- 25 de setembro

* Curso de Tarot (Porto) - 27 de outubro

* Reiki Magnificado - 10 de novembro

* Reiki Magnificado II - Data a anunciar

* Workshop de Meditação 3 de novembro

Telm 931168496

veraxavier@veraxavier.com

Terapeutas Amigos

Cândida Loureiro - Terapia Quântica - SCIO
Contacto: 962 460 200

* São Figueiredo - Mestre de Reiki e Cura Quântica, Limpezas Energéticas e Alinhamento de Chakras, Telef: 919192918

Recomendo: Cursos

Nova Acropole
Curso de Filosofia do Oriente ao Ocidente A Sabedoria Viva das Antigas Civilizações, em www.nova-acropole.pt

´ Centro Lusitano
O esoterismo de Fernando Pessoa
www.centrolusitano.org

Arquivos do blogue

Março 2015

Setembro 2012

Agosto 2012

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

blogs SAPO

subscrever feeds