Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

Uma mini crónica de uma Taróloga.

 

Há uns tempos atrás recebi uma senhora que, possivelmente, nunca irei esquecer.
Esta consultante tinha mais de 70 anos, mas muito bem conservada, muito lúcida, e ela estava sozinha - após um difícil divórcio -, há tantos anos quanto eu tenho de idade, 38; divorciou-se em 1970! Parece que nessa altura decidiu ficar sozinha porque deixou de acreditar nos homens e nas relações afectivas. Hoje, esta senhora, apercebeu-se do tremendo erro e arrepende-se da opção. Hoje, com 70 anos, ela quer encontrar um companheiro, alguém com quem dividir e partilhar a vida.
 
Aquele relato foi para mim um murro no estômago, um despertar quase violento, do género: Vê lá como estás a gerir a tua vida pessoal!
Muito na sequência do último post a pergunta que se impõe a mim e a todos os que lêem este blog é: Temos parado para pensar naquele que é o sector mais importante da nossa vida? Temos dado o devido valor ao Amor? Temos sabido gerir as boas e más relações? Os tristes finais? Temos perdoado quem nos feriu? Temos libertado aqueles que optaram por outros caminhos? Mas mais relevante, estamos de bem com o Amor? Estamos de bem connosco, com a nossa consciência?
Misturamos “alhos com bugalhos”, temos a mente doente de tanta confusão! Estragamos sentimentos puros com questões insignificantes, com ninharias, com ciúmes, com inseguranças, com memórias do passado, com… é infindável o rol de asneiras que fazemos. E no fim, a verdade é que não somos felizes nem acompanhados nem sozinhos.
 
Este é um das minha bandeiras, até tenho medo de cansar com o mesmo discurso, mas… e se deixássemos de ser mariquinhas e vivêssemos com bastante mais intensidade? O que temos a perder? O coração? O coração não se perde, o coração não se parte! Se resultar, resultou, senão paciência, tentámos! Até onde podemos ir na nossa conquista? Será que tem que haver limites? (Respeitando sempre, claro, as decisões alheias.) Se tentássemos mais, provavelmente, teríamos grandes surpresas.
 
Ouço muita gente dizer: “mas eu quero, eu estou disponível”, mas a verdade é que esperam relações perfeitas e príncipes encantados. Não admitem que os outros possam ter defeitos, fragilidades. Querem ser amados mas será que amam?! Será que se entregam? Há pouco tempo alguém me dizia que só se entregava se sentisse do outro lado amor, segurança, mas se a outra pessoa não sente entrega, é evidente que também não se entrega! E assim se estraga mais uma potencial boa oportunidade!
Somos emocionalmente muito imaturos… seria bom que amadurecêssemos antes dos 70.
 
música: Silence - Delerium
publicado por esferafeminina às 23:40

link do post | comentar | ver comentários (107) | favorito
Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

Amar ou não amar, eis a questão.

 

É inegável, a sensação de estarmos apaixonados, a intensidade do amor que por vezes sentimos é extraordinária e arrebatadora. Esta força faz-nos sentir vivos, maiores, melhores. Sorrimos por tudo e por nada. Tudo parece mais fácil, mais sublime… Acreditamos, voltamos a acreditar na vida, no intangível milagre da vida.  
 
Independente do futuro, amar vale a pena por si mesmo. Vai dar certo, não vai dar certo? Não importa, importa amar, importa transmitir isso ao outro, importa fazê-lo sentir isso. Será que os outros sentem o nosso amor? Isso também não importa… ou será que importa?
 
Perguntam-me; e então a dor que se sente quando não estamos juntos?
Sim, é doloroso… a saudade pode ser terrível, mas vale a pena agarrarmo-nos aos momentos que estivemos juntos e aqueles que vamos ter no futuro. De que adianta massacrarmo-nos? Só estragamos o momento, a linda vibração.
 
Será que sabemos amar? Será que as nossas dependências e medos emocionais deixam que amemos em liberdade? Será que sabemos o que é a liberdade? Amor e Liberdade parecem inconciliáveis mas é exactamente o oposto. Não podemos amar sem sermos livres e mais ainda, sem deixarmos os nossos companheiros viverem a vida como querem. Custa discordar? Custa vê-los bater com a cabeça na parede e fazer asneiras que a nós nos parecem escusadas? Custa horrores, mas temos que respeitar.
 
Acima de tudo devemos aproveitar cada oportunidade que a vida nos dá para amarmos. Há quem não tenha tido sequer essa chance…
 
Amar requer entrega? Sim, e depois? O que é que nos pode acontecer? Perder o companheiro? Pois, pode acontecer. O que fazer? Suportar a dor da perda, tentar compreender, aceitar e continuar a acreditar. Se nós continuarmos a acreditar, outro milagre surge na nossa vida. Sim, porque apaixonar-nos é um milagre que tem que ser vivido. Apesar de tudo vale a pena amar!
 
sinto-me: Sempre apaixonda
música: When You Believe
publicado por esferafeminina às 00:41

link do post | comentar | ver comentários (65) | favorito

Quem sou eu

Desde sempre procurei respostas para as discrepâncias sociais e outras, existentes no mundo. Ainda continuo à procura, apesar de já ter uma vaguíssima ideia do que pode estar por detrás das aparentes desigualdades. Os Deuses não são injustos, o Universo tem uma Ordem que está para além do nosso entendimento. Tudo tem um sentido Maior. Os Deuses esperam-nos.

Acerca de mim

Vera Xavier
Taróloga desde 2002, trabalha como Terapeuta de Desenvolvimento Pessoal, Reiki, Cura Quântica e Leitura da Alma. Ministra cursos de Meditação, Tarot e Reiki Magnificado.

Consultas & Cursos

Consultas de Tarot e Desenvolvimento Pessoal
Terapias de Reiki e Cura Quântica
Cursos de Reiki Magnificado e de Meditação (mensais) Rua Tomás Ribeiro, 45 - 7º, esquina com A. Fontes Pereira de Melo, Lumiar, Lisboa geral@veraxavier.pt Telefones: 931168496 www.veraxavier.com Vera Xavier

Cria o teu cartão de visita

Pesquisar neste blogue

 

Agenda de Cursos e outros Eventos

* Curso de Tarot (Lisboa)- 25 de setembro

* Curso de Tarot (Porto) - 27 de outubro

* Reiki Magnificado - 10 de novembro

* Reiki Magnificado II - Data a anunciar

* Workshop de Meditação 3 de novembro

Telm 931168496

veraxavier@veraxavier.com

Terapeutas Amigos

Cândida Loureiro - Terapia Quântica - SCIO
Contacto: 962 460 200

* São Figueiredo - Mestre de Reiki e Cura Quântica, Limpezas Energéticas e Alinhamento de Chakras, Telef: 919192918

Recomendo: Cursos

Nova Acropole
Curso de Filosofia do Oriente ao Ocidente A Sabedoria Viva das Antigas Civilizações, em www.nova-acropole.pt

´ Centro Lusitano
O esoterismo de Fernando Pessoa
www.centrolusitano.org

Arquivos do blogue

Março 2015

Setembro 2012

Agosto 2012

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

blogs SAPO

subscrever feeds