Sábado, 29 de Novembro de 2008

Volto Já

 

Queridos amigos, vou estar fora algumas semanas, mas fico descansada porque sei que este blog vai continuar vivo e bem vivo.


Agradeço a todos, os todos os riquíssimos comentários, os testemunhos que vão partilhando connosco. Cada vez gosto mais deste espaço. É pena que o tempo seja sempre tão escasso.

Vou estar ausente por algum tempo mas deixo o tema para debate:


O QUE É LUTAR PELO OU POR  AMOR? O amor deve incluir luta? Sacrifício? Devemos tornar-nos o que não somos? Até que ponto devemos ir em termos de cedência?


 

 

 

 

 

 

sinto-me: Em eterna formação
publicado por esferafeminina às 23:58

link do post | comentar | favorito
129 comentários:
De Fui a 30 de Novembro de 2008 às 11:25
Não se luta por amor, orgulhosamente exigimos que nos dêem amor e... não nos mimamos, partilhando o que temos para dar.
Quando se sente que nos estamos a violentar...há que questionar qual é o sentimento pelo qual estamos a "lutar"
Amem-se
De esferafeminina a 8 de Dezembro de 2008 às 12:58
E vemos tanta violencia dessa... Todos os dias vemos seres que confundem Amor com apego, com dependência, com medo da solidao... Há que ter um grande discernimento e dignidade, sem dúvida!
Obrigada Fui.
De Fui a 8 de Dezembro de 2008 às 23:04
Olá EF
Venus com o amor,
a Lua com a ilusão,
Marte com a luta
Eu com a decisão

bem haja pelo tema, que é sempre actual
De Lotus a 30 de Novembro de 2008 às 13:22
Amar é entrega, aceitação e não luta. Luta significa algo que se quer à força. O amor é um acto bilateral, as duas partes tem de sentir. O amor conquista-se, com a partilha, com o carinho e fundamentalmente, sente-se e é preciso deixá-lo fluir, sem medos nem receios, não o impeçamos de desabrochar, de invadir os nossos corações. A luta é uma batalha que muitas vezes travamos, contra nós próprios. Lutar por um amor, em minha opinião deverá ser continuar a mostrar à pessoa amada que o/a amamos incondicionalmente, mas caso esse amor não seja correspondido então não vale a pena continuar. Saber desistir daquilo que não nos faz feliz é uma forma de mostrarmos a nós e aos outros que acima de tudo, nos amamos.. É importante que não deixemos de ser quem somos. Haverá sempre uma nova oportunidade em que não seja necessário haver luta em que simplesmente amemos e sejamos amados.
Vamos deixar o amor fluir….
Ps: Vera boas férias, se for caso disso. Aguardamos pelo seu regresso.
Lotus
"Amar é a essência da vida"
De esferafeminina a 8 de Dezembro de 2008 às 12:54
Talvez a luta de que falamos, Lotus, tenha a ver com a questao de darmos o que temos como garantido e nao fazermos nada para nutrir esse sublime sentimento. Como tudo o Amor precisa de alimento senao perde força...
obrigada pela sua visita!
De ANA a 30 de Novembro de 2008 às 19:21
OLA VERA,desde ja que estas semanas que vai tar fora,lhe façam mt bem tanto a nivel pessoal como profissionalmente se for o caso! Quanto o tema que deixou para debate é mt interresante! sim na minha modesta opiniao axo que devemos lutar por um AMOR se isso nos fizer bem,eu ja lutei e luto todos os dias pelo meu amor.Tornarmo nos quem nao somos isso nao devem nos AMAR tal e qual nós somos,não o que querem que sejamos. AMAR e uma constante aprendizagem de todos dias,aprendemos o verdadeiro sentidi da palavra AMAR! VAMOS TODOS VIVER PARA O AMOR SEM ELE A VIDA NAO TEM SENTIDO! obs: c!rano volta.... temos saudades tuas bjs ANA
De C!rano a 3 de Dezembro de 2008 às 00:42
Olá Ana..,o C!rano quer-te dedicar este soneto:

"AMOR ARDENTE"

Não será senão só dela
que trago recordação
se de paz e alma bela
vê na morte ingratidão

E somente o desamor
não de mim será ausente
se quando mente o Amor
meu coração o desmente

Quando o meu Amor ardente
leva a vida sem glória
e não mais implora sorte

Ah..!se de dor está ausente
traga fortuna e vitória
p'ra vivê-lo até á morte

Obrigado por estar aí...
De ANA a 3 de Dezembro de 2008 às 19:37
OLA C!RANO estou sempre aqui. so tenho duas coisas pra te dizer MUITO OBRIGADO. DO MEU CORAÇAO, POSSO PARECER LAMECHAS MAS A VERDADE E QUE ME DEIXASTE COM AS LAGRIMAS NOS OLHOS. OBRIGADO PELO GRANDE SER HUMANO QUE ES! UM ABRAÇO APERTADO DA ANA.TOU A TUA ESPERA.........
De ANA a 5 de Dezembro de 2008 às 22:09
Ola C!rano como estas? temos e eu em especial tanho saudades de te "ler"! estou a espera de te ler! BEIJINHOS ANA.....
De C!rano a 14 de Dezembro de 2008 às 02:11
Olá Ana..,mais um poema..,mais um pouco de mim.

"O VENTO"

nascido no vento
lancei-me eu á sorte
saudade vazia,
verdade tardia,
escondida no tempo,
achada na morte.
razão..,sensação
tormento..,lamento
resguardo agreste
de espaço celeste
no meu coração,
no meu desalento.
orgulho ferido,
cascalho trajado
de fato ardido,
cinzento esquecido
com côr de roubado.
sola sem côr
que gasta na dôr
me sabe melhor.
um som desejado,
jardim de perseverança
bata Deus o seu cajado
devolva-se essa esperança
ele sim..,o responsável,
mundo triste que criou,
mundo esse a que não vou,
esse mundo adorável.
no entanto aqui estou,
fustigado..,acordado
convencido..,invertido
não me lancei eu á sorte
foi o vento em que nasci,
o vento que me levou.
esvoacei..,aterrei
a inquietude no ar
não me deixa respirar
onde vou?onde estou?
isso é que eu não sei.
mas se existo e persisto
se resisto e conquisto
porque razão não atende
esse Deus de agua-ardente
que só se entende e se prende
na cabeça do demente?
são designíos..,são razões
texto escrito por burlões.
venha o sol que incendeia,
venha a luz dessa candeia,
seja noite..,seja dia
venha o rosto de uma ideia,
venha o travo que permeia
a razão dessa magia
pois o vento em que nasci
é o mesmo em que vivi
e nunca por cá eu vi
dar comer á fantasia.
são os ricos..,são os pobres
é o povo..,são os nobres
e no lôdo musculado
vive o povo embriagado.
reza..,pede..,verte dor
cede..,perde..,sem querer
que Deus é o redentor
e tudo irá fazer.
reza filho..,reza neto
fé eterna..,coração
dou a alma..,dou o pão
agradeço este teto.
mas então..,porque trabalho?
porque acordo..,me levanto
pois na vida haverá santo
que possa pagar o talho?
grito muito..,grito tudo
gritarei até ser mudo,
serei voz..,serei afinco,
fexarei a alma a trinco,
cadeado sem fraqueza,
saberá Deus com certeza
que sobre isso eu não minto.
a razão porque não rezo
é aquilo que eu prezo,
a experiência que vivi
e hoje nem sequer tento
lutar contra este vento...

...o vento em que eu nasci!

C!rano

obs:confuso..,não é? sabes como é Ana..,são palavras que o vento espalhou no tempo e hoje juntou para ti.
o C!rano aprecia a estima que nutres por ele e deseja-te um grande Natal na companhia dos que mais Amas.
De Mena a 4 de Janeiro de 2009 às 18:03
C!rano é lindo o q escreveu.Obrigda por eu poder ler tão lindas palavras.Pena q só agora vi.
De C!rano a 5 de Janeiro de 2009 às 02:25
Boa noite Mena...

As palavras não se estragam e nunca é tarde para terem algum significado.
Sabe qual a vantagem de um poema grande?

A vantagem é que só quém gosta o lê até ao fim!

Obrigado Mena..,soube bem a sua mensagem!
De mena a 5 de Janeiro de 2009 às 17:00
C!rano,olá,ñ vou trocar flores,etc,etc,mas o prazer foi meu. Continuo a achar os seus poemas lindos.As palavras amaveis q tem sempre para aqueles(as) k por este ou aquele motivo necessitam "ouvir".
Fico lisonjeada por me rersponder tb.Obrigada.
Fike bem.
De ana a 7 de Janeiro de 2009 às 17:11
ola querido c!rano desculpa esta ausencia. espero que tenhas tido um santo e feliz natal.... beijinhos da ana
De C!rano a 8 de Janeiro de 2009 às 01:16
Olá Ana...

Troquei a tristeza da tua ausência pela felicidade do teu regresso :-)

O Natal foi simples..,sabes como é..,familia,bacalhau,embrulhos aos pontapés.foi bom..,simples como eu gosto.
Sabes Ana..,amiga..,este ano estou cheio de vontade de viver.sei lá..,acho que a alma cresceu e pede mais alimento.e a alma (ao contrário do corpo) não deve nunca passar fome.

E as tuas meninas..,tudo bem com elas? e tu ana..,como vai esse coraçãozito de cristal?

Grande abraço do C!rano.
De ANA a 9 de Janeiro de 2009 às 23:40
ola amigo c!rano obrigado pelo carinho. o meu natal foi um pouco ou melhor mt triste pk nao tive quem mais amo ao pe de mim.... olha nao sao duas meninas mas sim uma menina,e um menino! tao bem e felizes que para mim e o mais importante da vida. este coraçao c!rano anda mais ou menos as vezes sofre o que nao merece mais ele aguenta e mt forte.... sabes amigo sinto a mesma vontade que tu de viver a vida ao maximo.... beijos com mt carinho desta amiga nao de sempre mas com certeza para sempre. bjs ana
De esferafeminina a 8 de Dezembro de 2008 às 12:52
Obrigada Ana pela sua força!
De C!rano a 13 de Fevereiro de 2009 às 02:53
Boa noite Ana...

O meu mail pessoal é: ciranopaulo@live.com.pt
De ANA a 1 de Março de 2009 às 13:32
Ola Querido C!rano,hoje ca andava eu a ver se ja tinhas vindo a este cantinho presentiar me com as tuas lindas palavras,e que ainda bem encontrei aqui uma meng tua para mim. Sabes C!rano ja estava bastante preocupada contigo. agradeço o teu carinho. dá noticias. beijinhos da ana.
De C!rano a 2 de Março de 2009 às 02:18
Boa noite amiga...

O C!rano não desapareceu e visita sempre este espaço mas não se sente motivado para escrever aqui as suas palavras.descobriu que estas podem facilmente ser apagadas..,no entanto,a estima que nutre por ti,não lhe permite ficar em "silêncio" porque jamais abandona quém o salva,e são pessoas como tu que o salvam todos os dias.

sabes..,amiga..,o que faço é sempre o mesmo,tento ser melhor a cada dia que passa.ás vezes tento mas não consigo,porque viver comigo não é nada facil.
Desapareceram deste espaço a "voz do vento" , a "Iris" , a "Luz", e até a Fátima deixou de enviar os seus poemas.sem elas..,começou a ficar vazio e escuro,e a brisa que soprou do ecrã era fria e húmida como a geada matinal.depois surgiste tu.uma espécie de fogueira que descongelou o chão ao meu redor.
A tua fragilidade envolveu a minha alma.sei que não é facil ser assim..,tão frágil e com tanta força ao mesmo tempo.mas digo-te "Anuxa"..,não fico preocupado contigo porque sei que foste feita para sobreviver.sei que vais conseguir sempre o teu lugar e que vais sempre saber proteger esse coraçãozito de cristal.

O meu Mail é: ciranopaulo@live.com.pt

Neste contacto terás sempre uma palavra amiga para gravar na memória.

Um grande abraço do C!rano
De ANA a 2 de Março de 2009 às 16:51
Ola Querido Amigo,acho que sei a que te refees quando dizes que de repente é tudo apagado,penso que te refiras a um post que desapareceu sem termos uma explicaçao!!! Amigo obrigado pelas tuas palavras tao calorosas,mas a verdade é que axo que foste tu que salvas te a Anuxa! Querido olha eu ainda nao criei o meu email,mas vou faze lo mt em breve para axim podermos falar.... Ta bem? Sabes Amigo tens razão quando dizes que não e facil ser axim tao fragil e ao mesmo tempo ter tanta força tens razão meu Amigo não e nada fácil,e uma batalha constante.. mas eu vou aguentando. Um beijo e um Abrço mt forte de quem te Admira mt. da tua Amiga Anuxa
De esferafeminina a 4 de Março de 2009 às 22:36
C!rano , vamos lá conversar os dois.
Eu acho que vc deve ser uma pessoa excepcional e que escreve de uma forma muito especial e bela, mas, meu querido, a questao do seu último comentário prendeu-se única e exclusivamente com a tristeza e a descrença que transmitiu.
Este espaço é de partilha sim, mas de partilha construtiva, motivadora, um pouco à imagem do meu discurso, da forma como escrevo. E apesar de adorar a forma como escreve, acho que nao podemos carregar os outros com as nossas dores. Quando estou em baixo prefiro nao escrever precisamente para nao transmitir isso.
Quero que este nosso cantinho seja de alegria, de tomada de consciência sim, mas de forma elevada e de preferência com bom-humor .
Sei que se quiser entende-me, C!rano .
É sempre muito bem-vindo a este espaço, sempre. Espero que saiba e que sinta isso.
Um abraço
De C!rano a 5 de Março de 2009 às 01:10
Boa noite Vera...

Lamento muito ter ultrapassado o grau de tristeza permitido neste espaço mas,se o fiz,foi por desconhecer que era um espaço de partilha parcial.pesso,portanto,as mais sinceras desculpas.
Quando falo de mim,faço-o porque acredito que a minha experiência é a única coisa que tenho para dar, e não por uma questão de ego.falo porque adoro conhecer pessoas e para isso tenho de dar-me a conhecer.enfim..,Vera..,são palavras que se soltam do coração.
Agradeço a estima e hospitalidade que sempre me ofereceu.as pessoas que pude conhecer e as palavras que pude partilhar.agradeço a amizade e a memória que fica de um momento bem passado.gostava de lhe agradecer o respeito pelos meus sentimentos..,mas não posso! de qualquer forma,nunca quiz eu que a Vera fôsse perfeita.

Sem mágua..,

C!rano!

obs: vou vê-la na televisão :-)
De C!rano a 2 de Dezembro de 2008 às 02:32
Boa noite Vera...

Não tenho sono!espreito o televisor e congratulo-me:"afinal não estou louco..,o mundo está mesmo em guerra.
Todos os dias,por toda a parte,homens que sucumbem por ideias que não partilham ou que,se calhar,nem conhecem.ideias criadas em noites,quase sempre,bem pagas e refectidas na semi-transparência de um "decanter" de vidro soprado.
Para eles (os que sucúmbem)um brinde da tão pura ambrósia essência com poder para criar Deuses no seio de um bairro de lata.
Para os que permanecem de pé..,a borra de um vinho antigo numa garrafa verde-musgo sem rótulo.

O C!rano não luta por Amor..,mas luta com Amor por aquilo em que acredita.

Hoje já posso falar de Amor porque sinto que paguei a divida.olho os pés que massacrei e vejo-os limpos e sem feridas.como um verdadeiro alquimista que passou a vida a transformar ouro em lixo,mas que na tentação do Amor caíu,e que por ele fez os sonhos subirem ao pódio.
Os erros não serão esquecidos..,é certo!mas foram eles que me salvaram das lutas desiguais que nunca escolhi para mim.SÂO MEUS!fazem parte do meu pecado.fazem parte da minha história na linha única do passado que me fez chegar ao que sou hoje.
O "pirómano" ainda está por aí!eu sei que ele existe e que não vai desistir..,o mal nunca descança!sei também que o tempo perdurará.que um dia estarei velho e,quém sabe,resignado.e que ficarei sem forças para lutar.mas também sei que o Amor me irá sobreviver e que a farda amarrotada(de cinzento envelhecido)servirá em outro corpo.
No Amor existe a bondade.só no Amor descobrimos a coragem que não se vê.o Amor garante-nos que haverá sempre alguém para defender o nosso sofá,e tudo aquilo que prezamos,e sugar-nos essa gratidão que julgámos nunca ter que vir a dar.

Porque no fim..,Vera..,no fim,só o Amor é que importa!

Abraço apertado do C!rano
De esferafeminina a 8 de Dezembro de 2008 às 12:36
Eu sabia C!rano , que tinha à minha espera uma mensagem especial: a sua. Por isso interrompi a minha "desintoxicação" de computador e vim ao blog.
Fim, C!rano , no fim só o Amor importa, e se alguém nao estiver pronto para o Amor, nao nos zanguemos, apenas aceitemos o facto, sem nunca deixarmos de amar.
Muito obrigada C!rano por tudo!
Um abraço carinhoso
De Luzinha a 2 de Dezembro de 2008 às 22:29
Olá a todos!
Bonitas palavras e bonitos sentimentos c!rano !!
É isso mesmo, desde que lutemos com Amor tudo o resto se resolve!
Porém, também acho que devemos lutar pelo Amor que gostaríamos de ver reflectido à nossa volta. Isto pode acontecer se lutarmos por fazer os outros acreditarem que o Amor é Dignidade, é Paz, é Harmonia , é Amizade, é Compreensão, é Partilhar... é lutar em conjunto!
Agora o lutar por o amor de alguém...não...não e muitas vezes não! Se alguém não nos ama pelo nosso amor, porque nos há-de amar pelo nosso sofrimento!?
Beijo Grande e muito Amor para todos
Luzinha
De ANA a 5 de Dezembro de 2008 às 18:35
ola luzinha. Acho que me expressei mal qundo digo que luto todos dias pelo AMOR,eu nao luto por quem nao me ama,luto todos os dias pelo AMOR que nos une todos os dias,pela amizade,pelo carinho,mas e um lutar para que nada disto algum dia morra. Será que me faço entender? Amar pelo nosso sofrimento isso sim concordo consigo! beijinhos ANA...
De esferafeminina a 8 de Dezembro de 2008 às 12:38
Isso mesmo, Luzinha!
Mai nada.
Obrigada pelo amor que espalha neste blog
De C!rano a 11 de Dezembro de 2008 às 02:46
Boa noite Luzinha...

Como sabe é sempre um prazer beber das suas palavras.contudo,creio que "julgar" o Amor baseado no que acontece entre um homem e uma mulher é resumi-lo a um espaço tão pequeno,que deixa de poder respirar.
O Amor existe!é um fenónemo que nos invade se lhe abrir-mos a alma.é uma força inesgotável de energia que nos obceca e nos deixa embriagados ao ponto de querer-mos que tudo seja como sonhamos.
Quando direccionamos toda essa intensidade para uma só pessoa acabamos por sufocá-la com o calor das nossas emoções.é como uma bola de neve que cresce..,cresce..,até que um dia rebenta.
As mulheres que tive..,Amei-as!como Amei algumas que não tive.o que deu certo.o que fracassou.o que foi bom.o que foi mau.no fim..,tudo foi sentido e tudo valeu a pena.não guardo ressentimento de quém não me Amou,de quém não foi capaz,tenho apenas espaço para o que me deram.para o que me ensinaram.
Sabe ..,Luzinha..,amiga..,o momento é a única coisa que realmente temos.é aqui,e agora,que podemos fazer tudo..,ou nada!
Numa pessoa pode-se encontrar cofôrto;carinho;amizade;protecção;segurança;mas o Amor..,encontra-se em tudo o que existe á nossa volta!

Que o destino lhe reserve a maior das felicidades são os votos do C!rano
De Luzinha a 6 de Janeiro de 2009 às 22:18
Olá C!rano Amigo...

A esta altura tenho que começar inevitavelmente por lhe desejar um Bom Ano de 2009 com:
- muito Amor em tudo o que existe à sua volta,
- muito conforto, carinho, amizade, protecção e segurança nos braços de uma Mulher que saiba apreciar as suas virtudes e defeitos,
- muita inspiração e sentimento para nos continuar a brindar com as suas palavras que formam uma sintonia encantadora,
- muita disponibilidade para continuar sempre a confortar quem o rodeia, e por aqui também, com uma palavra de conforto, de alento, um poema...
- muita inspiração para nos demonstrar que, apesar das velhinhas por vezes serem chatas...quando as ajudamos, sentimo-nos muito melhor (esta foi boa! eheh gostei daquela histórias das velhinhas no seu café!)
- muita disposição para nos "derreter" (nós mulheres!lol ) sempre com palavras principescas, qual príncipe encantado, um verdadeiro cavalheiro!! eheh )
E... se tem paciência e dá-lhe prazer, continue a "beber-me" que eu por cá continuo a gostar muito de o ler! lol
Um Grande Beijo
Luzinha
De C!rano a 7 de Janeiro de 2009 às 00:08
Boa noite Luzinha...

O meu ego está no limite.mais uma palavra sua e rebentava :-)
2009 tém tudo para ser um grande ano.vai ser dificil e é nos anos dificeis que se conseguém as grandes vitórias.é na dificuldade que os fortes se separam dos fracos.que os domesticados se separam dos selvagens.que os coerentes se separam dos irresponsáveis.afinal..,apenas na dificuldade se pode medir a grandeza de um homem.
'Bora lá Luzinha..,venha daí:
-Vamos lutar!
-Vamos vencer!
-Vamos amar!
-Vamos viver!
-Vamos ser intensos e mostrar que somos sempre capazes de um pouco mais,e que os outros têm valor perante nós,e que nós temos valor perante os outros.

Para si..,amiga..,um Ano a transbordar são os votos do C!rano.
De MARIA a 5 de Maio de 2009 às 17:31
muito pertinenente. gostei da sua luz. abraço
De maria a 3 de Dezembro de 2008 às 11:14
Curioso!
Parece que este espaço, debate as minhas duvidas, normalmente o tema ter a ver com o que me vai na alma.
Nestas ultimas semanas tenho questionado, o Amor.
Será que amo a pessoa com quem vivo? será que ele me ama? ou não me amo a mim propria?
Eu lutei PELO amor, quando quis viver com a pessoa que amava, surgiram varias dificuldades, mas tudo ultrapassei. Depois passei a lutar POR amor, para que nada faltasse, para que estivesse tudo pronto, vivi em função dos outros e não de mim. Talvez por isso os momentos de felicidade foram poucos.
Hoje decorridos 22 anos de lutas, questiono se valeu a pena? Errei, não soube amar, possilvelmente porque não me amei a mim propria.

De C!rano a 8 de Dezembro de 2008 às 01:46
Boa noite Maria...

Olho as suas dúvidas com muito respeito porque considero serem dúvidas bastante fortes.
Sabe..,tenho uma certa aversão á dúvida.ela corrói.ela angústía.ela destroça.e enquanto o faz..,o tempo(esse vira-casacas) vai-se rindo na nossa cara.
Tenho em mim a ideia de que é na dúvida que nasce o medo e,sei que as mãos do medo não são boas mãos para se colocar a nossa vida.sei também que o medo origina mudança(mais cedo ou mais tarde)e que a mudança origina mais medo.é um ciclo que nos afoga dentro da própria alma.
PARABÉNS Maria..,por ser uma lutadora!nunca se arrependa do suor que verteu por aquilo em que acreditava.nunca desista de lutar por aquilo em que acredita hoje.porque o heroi nem sempre é o que vence a batalha..,por vezes é o que morre a lutar!

Que as suas dúvidas se dissipem são os votos do C!rano.
De maria a 9 de Dezembro de 2008 às 10:54
C!rano, agradeço as suas bonitas palavras.
abrigada, maria
De esferafeminina a 8 de Dezembro de 2008 às 12:40
Já chegou ao cerne da questao, querida Maria. E agora?
De EE a 17 de Dezembro de 2008 às 17:25
Curioso... enquanto lia o post da Maria parecia que estava a ler a minha propria vida...as minhas duvidas. Vivo à 18 anos com a pessoa que amo...será que ainda amo??? triturada pelas amarguras de 18 anos...vivendo sempre em função dos outros, e eu onde fico?
Quando é que nós mulheres pensamos em nós??? Durante anos não entendia o porquê de a maior parte das mulheres casadas de meia idade eram tristes e amargas... hoje eu sei. Trabalharem durante uma vida sempre em função da familia, do marido, dos filhos, dos pais etc.... e depois??? nunca são reconhecidas, verdadeiramente amadas e respeitadas.... mas afinal o que é o Amor???
De Ferreira a 3 de Dezembro de 2008 às 15:29
Olá!
Amor, amar e ser amado! Muito já se escreveu em torno deste assunto!
Lutar! Com amor? Luzinha... O amor não conhece lutas! O amor é a palavra que define o mais puro que há num ser humano. Gostamos, apreciamos, temos atenção por alguém... mas amor! Esse é um sentimento sublime e nobre partilhado a dois. Plagiando o que a Maria diz:
“Eu lutei PELO amor, quando quis viver com a pessoa que amava, surgiram varias dificuldades, mas tudo ultrapassei. Depois passei a lutar POR amor,”.
Efectivamente é o que acontece sempre! Sempre! com quem ama mas não é amado! De facto quando se ama alguém tudo se faz por amor! (por isso se diz que o AMOR É CEGO) Mas será que vale a pena amar sem ser amado? Não! Não vale a pena! É penoso, desgastante para quem ama, a tal forma, que se alguma vez houver o retorno, as mágoas e as cicatrizes deixadas pelo desgaste da “luta” nunca mais cicatrizam, será sempre como uma cadeira sem uma perna! Algo falta para se ser feliz! Digo isto com conhecimento... lutasse até à exaustão e no final saímos magoados, humilhados e até sem amor próprio... uns farrapos...
Maria, se assim a posso tratar! AMAR não é luta! AMAR é ter a felicidade de AMARMOS e sermos AMADOS desde o inicio de uma relação! Isso sim!
Dizem que nunca é tarde para amar! É verdade! Mas! Porque há sempre um mas! Sem lutas! Pois se se tem que lutar não é amor! É sofrer por amor! O amor não pede luta pede sim... Compreensão, carinho, paixão... vontade de estar presente e partilhar em todas as etapas boas da vida e das dificuldades pelas quais passamos.

Amor é!
“A partilha constante de dois seres que com o amor que sentem emitem paixão por todos os poros!”

Beijo grande!
Ferreira
De Luzinha a 3 de Dezembro de 2008 às 21:47
Olá Amiga Ferreira!
Quando digo lutar com Amor é obviamente em sentido figurado, ou não concorda que a vida é uma "luta" (saudável) para alcançar as nossas "vitórias", desde o começar a andar, estudar, encontrar um emprego que nos realize, construir uma familia, ter a nossa casa, os filhos, dar-lhes uma boa educação...!?
Quando digo lutar com Amor é querer, e saber, distribuí-lo por onde passamos, sem que seja em troca de algo. Nem que seja com um sentido "Bom dia", um abraço confortante ou o ajudar a secar lágrimas alheias.
Quando falo em Amor, não falo só do sentimento que pode unir duas pessoas espiritual e fisicamente.
O Amor devia ser o sentimento mor no Mundo, na interacção dos biliões de pessoas que o povoam, foi assim que Deus nos ensinou!
O grave é que esse ensinamento não é cumprido e o ser humano é muito egoista. Acha que só deve amar os mais próximos ou o seu companheiro(a).
Quando falo em lutar com Amor, falo em levar o dia a dia com o bom que cada um de nós tem para dar e não com egoismo.
Enfim... se muita gente não acha-se que esta coisa de viver com Amor e nas "leis" do Amor fosse pura pieguisse e o esforço por fazé-lo fosse um pouco maior... tudo estaria bem melhor e não eram os euros que iam fazer toda a diferença, como infelizmente vemos por aí.
Nem tão pouco havia lutas pelo amor de um companheiro(a), isso é egoismo! Não é porque nós queremos que o outro tem que querer.
Esse amor simplesmente...acontece, ou não!
Um Beijo com Amor
Luzinha
De esferafeminina a 8 de Dezembro de 2008 às 12:47
Sim, querido Ferreira, amar devia ser isso tudo e muito mais, mas parece que o computador dos deuses avariou e andamos todos desencontrados. Dificilmente encontramos um casal que se ame com a mesma intensidade. O que será que se passa connosco? Q Lição temos de aprender com estes desencontros?
Obrigada Ferreira pela sua partilha.
Bj doce
De Ferreira a 9 de Dezembro de 2008 às 21:06
Olá Vera ,
O computador dos Deuses deve estar avariado mesmo! Virose??? mas não teremos sido nós próprios a provocar o vírus " que o avaria?

Lembrando esse grande poeta que descreve de forma única o Amor!

"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?"
Luís de Camões

Amar assim perdidamente... é amor!

Obrigado!

Beijinho Grande
Ferreira
De Conceição a 5 de Dezembro de 2008 às 21:34
AMOR ...que palavra tão forte! Podemos sentir amor numa paixão, numa ternura, numa festa, num sorriso ou simplesmente vivo dentro de nós. No dia a dia, sob o stress na realização das várias tarefas diárias, ou até mesmo na apatia que deixamos que nos invada, esquecemo-nos completamente do significado do AMOR, esuqecemo-nos de lutar(porque isto requer luta), por fazer todas as tarefas na vida com amor. Um simples bom dia, um simples obrigado, uma pequeno gesto de simpatia, integrados na nossa rotina diária farão certamente diferença...diferença a nós e aos outros. Lutem por estes pequenos gestos que atrairão certamente mais e transformam, não digo o nosso Mundo, não digo o nosso país, não digo a nossa cidade, mas sim quem nos rodeia e acima de tudo NÒS PRÒPRIOS. Lutem por ser pessoas mais bonitas e por se roderem de outros de igual beleza. Lutem...Eu travo a minha luta diária.
De ANA a 5 de Dezembro de 2008 às 21:56
OLA Conceiçao pelo que vejo nas suas palavras axo que concorda comigo quando digo que luto dariamente. nao so pelo amor da pessoa amada,que tambem luta comigo para que o nosso amor nao morra, sera que nao devemos lutar? mas lutar pelo amor de tudo o que nos rodeia, axo que vale sempre a pena! eu como voce tambem travo a minha luta diariamente. e sou mt feliz por faze lo! beijinhos ANA.
De esferafeminina a 8 de Dezembro de 2008 às 12:49
Se cada um fizer a diferença no seu mundo, nao é?
Subescrevo inteiramente, querida Conceição.
De Lúcia a 8 de Dezembro de 2008 às 18:29
Olá! Não tenho por hábito comentar os temas, mas hoje resolvi partilhar convosco a minha história... começou há 10 anos atrás, um amor que diria intenso e mágico, depois com o passar do tempo começaram as cedências... "não faças isso porque eu não gosto..."; "não achas que isso está horrível", enfim... passado algum tempo surgiram as traições... perdoamos uma, duas, três... e muitas vezes admitimos coisas que vão completamente contra os nossos princípios... deitamos os nossos sonhos para trás... e muitas vezes perdemos a vontade de lutar, não só por amor... mas às vezes pela vida. No fim de tanto tempo e após mais uma traição... chego à conclusão que devemos lutar por amor, sim, mas pelo nosso amor próprio, devemos lutar pelos nossos sonhos, pelas nossas ambições... ou será pecado? Não nos devemos anular... nem permitir que os outros o façam... neste momento, necessito de estar só, mas somente para meditar sobre o meu amor próprio, que parece ter desaparecido ao longo dos anos... enfim, muito provavelmente porque assim o permiti. Mas agora chega!! Já o velho ditado diz... "mais vale tarde do que nunca"...

Tive momentos lindos nesta fase, passada, da minha vida, mas também tive momentos que não desejo a ninguém.

Está na altura de mudar!! Para melhor... :)



De Fui a 8 de Dezembro de 2008 às 22:49
Olá Lúcia

Força para vivenciares essa solidão, esse retiro interior. A conclusão a que chegaste decorre de 10 anos de aprendizagem.
Neste momento tb estou em profunda reflexão. Por outro lado estou-me mimando, fazendo o que quero fazer. Estou a chorar as minhas impotencias, estou a aprender a viver melhor comigo aceitando as coisas piores ou melhores que vou descobrindo neste ser que sou eu.
Até sempre
Fui
De Lúcia a 9 de Dezembro de 2008 às 19:17
Obrigado pela força Fui.
Temos mesmo que nos mimar e fazer aquilo que gostamos, se não o fizermos não seremos felizes... somos nós que temos que viver a nossa VIDA e não os outros.

Também já chorei... mas neste momento de reflexão aprendi que a vida é tão "curtinha", que se passamos muito tempo a "lamentarmo-nos" quando damos por isso já estamos no fim!

10 anos deu para aprender muita coisa, entre elas que nunca devemos de abdicar de quem somos. Não somos perfeitos, é verdade... somos humanos! Ninguém de deve moldar em prol de ninguém. Devemos ser autênticos e felizes connosco próprios.

Tal como o Fui disse: "estou a aprender a viver melhor comigo" e é isso que devemos fazer!
Primeiro que tudo temos que aprender a gostar de nós. :)

Não sou perfeita, também ninguém o é... e embora a vida não seja perfeita não devemos permitir que a pessoa que amamos nos subestime, nos humilhe ou nos pise.
Amor sem respeito não é Amor...

Antes só e feliz do que acompanhada e triste.

Beijinhos
De lotus a 9 de Dezembro de 2008 às 20:18
Olá Lucia! Gostei do que escreveu, revela uma mulher madura a quem o sofrimento ajudou a crescer emocionalmente. Nada melhor do que nos encontrarmos a nós próprias...essa interiorização de que fala é importante para que se sinta em paz consigo mesma...Aquilo que não nos mata, torna-nos mais fortes... A Lúcia é só mais uma de entre muitas mulheres que se anularam ao longo de muitos anos, até ao dia em que soltaram as amarras e decidiram a amar-se a elas próprias.
Felicidades
Beijinho
De Lúcia a 11 de Dezembro de 2008 às 11:58
Olá Lotus , tem razão naquilo que escreveu... "o que não nos mata, torna-nos mais fortes" e foi o que se sucedeu no meu caso. Infelizmente levei algum tempo a soltar as "amarras" que mencionou... muitas vezes temos consciência de que o que nos fazem não está correcto, mas o passo entre o pensar e o agir, por vezes, é demasiado grande... e às vezes assustador. Mas com um bocadinho de coragem e muita força de vontade tudo se consegue.

Beijinhos
De Fátima a 9 de Dezembro de 2008 às 22:06
Quem somos nós

Quem somos nós que nos procuramos,
Entre todas as gentes, todas as paisagens e todas as multidões.

Quem somos nós que sempre procuramos,
Estar à margem deste mundo louco,
Demasiado rápido para ser bem vivido.

Quem somos nós,
Que acertamos o passo um pelo outro,
Aceitando os sonhos individuais de cada um,
Deixando que se tornassem nossos,
Dando tempo para crescermos sem lutas,
Sem cedências, com uma profunda admiração,
Pela individualidade de cada um.
Deixando que no coração de cada um,
Nunca existissem duvidas,
De que algures em um ponto da história sempre iremos ser nós.

Chegar aqui a este porto,
Saber-te meu,
Independentemente de todas as tempestades,
De todos os amanheceres e entardeceres,
De ambos sabermos,
Que nada do que sentimos vai mudar,
Apenas crescer,
Apenas saber que nunca vou mandar na minha mente,
No meu coração,
Que como seres humanos muito dificilmente,
Controlamos seja o que for que faça parte do Plano Divino,
Apenas podemos aceitar tudo o que vai aparecer no nosso caminho.

Mas nos dias que hoje correm,
Saber que mesmo que te liberte,
Mesmo que nos libertemos,
Regressarás sempre para mim,
Regressaremos sempre para nós,
Pois no fim sempre procuramos um pelo outro,
Ambos sempre soubemos,
Que muita coisa pode por nós passar,
Mas no fim, sejam quais forem os fins,
Que em nós possam existir,
Sempre vai apenas restar o amor,
Que sempre nos iluminou,
Ao longo de todos os tempos,
Em que nos encontramos,
Em que sempre nos encontraremos.

Fique bem,
Fátima
De Célia a 10 de Dezembro de 2008 às 22:42
Olá, eu sou nova por aqui. Foi a primeira vez que visitei o blog da Vera. E que sorte a minha, a discussão centra-se no mais belo e no mais doloroso tema de sempre: O Amor.
Li todas as vossas mensagens e posso dizer que as senti a todas, umas mais e outras menos, umas fizeram-me chorar e outras sorrir, tocaram o meu âmago .
Não sei se vou voltar, mas gostava de vos desejar a todos que passem e/ou ultrapassem ou não (conforme a necessidade), todas as barreiras que colocaram ou que vos colocaram, mas que vivam, vivam sempre com muito amor.
Amor pelo amor, amor pela família, amor pelo que vos rodeia, amor pela coisa mais insignificante, mas amor! Eu continuo a pensar que a vida sem amor, não é vida.
Felicidades, Célia

Comentar post

Quem sou eu

Desde sempre procurei respostas para as discrepâncias sociais e outras, existentes no mundo. Ainda continuo à procura, apesar de já ter uma vaguíssima ideia do que pode estar por detrás das aparentes desigualdades. Os Deuses não são injustos, o Universo tem uma Ordem que está para além do nosso entendimento. Tudo tem um sentido Maior. Os Deuses esperam-nos.

Acerca de mim

Vera Xavier
Taróloga desde 2002, trabalha como Terapeuta de Desenvolvimento Pessoal, Reiki, Cura Quântica e Leitura da Alma. Ministra cursos de Meditação, Tarot e Reiki Magnificado.

Consultas & Cursos

Consultas de Tarot e Desenvolvimento Pessoal
Terapias de Reiki e Cura Quântica
Cursos de Reiki Magnificado e de Meditação (mensais) Rua Tomás Ribeiro, 45 - 7º, esquina com A. Fontes Pereira de Melo, Lumiar, Lisboa geral@veraxavier.pt Telefones: 931168496 www.veraxavier.com Vera Xavier

Cria o teu cartão de visita

Pesquisar neste blogue

 

Agenda de Cursos e outros Eventos

* Curso de Tarot (Lisboa)- 25 de setembro

* Curso de Tarot (Porto) - 27 de outubro

* Reiki Magnificado - 10 de novembro

* Reiki Magnificado II - Data a anunciar

* Workshop de Meditação 3 de novembro

Telm 931168496

veraxavier@veraxavier.com

Terapeutas Amigos

Cândida Loureiro - Terapia Quântica - SCIO
Contacto: 962 460 200

* São Figueiredo - Mestre de Reiki e Cura Quântica, Limpezas Energéticas e Alinhamento de Chakras, Telef: 919192918

Recomendo: Cursos

Nova Acropole
Curso de Filosofia do Oriente ao Ocidente A Sabedoria Viva das Antigas Civilizações, em www.nova-acropole.pt

´ Centro Lusitano
O esoterismo de Fernando Pessoa
www.centrolusitano.org

Arquivos do blogue

Março 2015

Setembro 2012

Agosto 2012

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

blogs SAPO

subscrever feeds